Confira o futuro do mercado imobiliário com o fim da pandemia

Com o avanço da vacinação e os números da Covid-19 caindo no Brasil, São Paulo se prepara para a volta aos escritórios antes que 2021 termine. De fato, no início da pandemia, os especialistas em tendências já previam que o trabalho remoto ou home office seria o modelo do futuro.  Entretanto, dados atuais comprovaram que […]

Com o avanço da vacinação e os números da Covid-19 caindo no Brasil, São Paulo se prepara para a volta aos escritórios antes que 2021 termine. De fato, no início da pandemia, os especialistas em tendências já previam que o trabalho remoto ou home office seria o modelo do futuro. 

Entretanto, dados atuais comprovaram que o home office é realidade para apenas 11% da população, ou seja, uma pequena fatia de pessoas. O perfil é composto, em sua maioria, por mulheres, brancas e com Ensino Superior.

Os postos de trabalho presenciais ou híbridos permanecem, afinal, o mercado percebeu que o contato presencial pode favorecer tanto o trabalho em equipe como a cultura da empresa. Inclusive, o modelo de coworking faz sentido aqui.

Até mesmo gigantes, como Google e Facebook, que poderiam manter o trabalho à distância, já anunciaram que sua volta total deve se dar em 2022. Enquanto isso, no Brasil, o Governo tenta restabelecer a volta aos escritórios novamente. 

Volta aos escritórios impulsiona aluguel

O retorno aos escritórios volta a impulsionar o funcionamento de hotéis, restaurantes, comércio e outros serviços. Há ainda os eventos, que fazem as pessoas permanecerem na cidade até a noite. Com toda essa infraestrutura ativa de novo, espera-se que as locações e as vendas de imóveis nessas regiões se aqueçam.

A vida agitada nas cidades está de volta e isso deve estimular também as pessoas a buscarem processos simplificados de moradia. Eis um dos fortes da Yuca: eliminar a administração de um imóvel da rotina já cheia de preocupações das pessoas. Nessa desburocratização, o ganho em qualidade de vida é alto.

Tendências do mercado imobiliário para 2022

Volta aos escritórios: impacto positivo na locação e venda de imóveis em 2022

Como vimos, durante a pandemia, o mercado imobiliário foi um dos poucos que teve resiliência. Aquecido pelas vendas desde 2020, o setor se mantém firme e a expectativa é de continuar com força em 2022. Hoje, as principais buscas são por apartamentos com espaço para trabalhar. Então, pense nisso na hora de comprar para investir no mercado imobiliário.

Imóveis com soluções simplificadas e com recursos otimizados, edifícios com área de lazer e que tenham acesso a recursos energéticos verdes aparecem nas demandas atuais do mercado imobiliário. Portanto, considere isso na hora de decidir por comprar ou esperar. Avalie também o quanto o imóvel se atualiza em relação às contas mensais e à gestão de funcionários. De fato, ter em mente esses pontos ajuda a fazer um bom investimento.

Posts relacionados

Com restrições do programa Casa Verde e Amarela, locação é alternativa para garantir habitação a quem mais precisa

Cortes no programa federal Casa Verde e Amarela trazem dificuldade para incorporadoras que atuam no segmento e colocam locação como importante porta...

Leia mais

Depois de sequências de alta, preço do aluguel estabiliza e impulsiona novos contratos

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) e o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) desaceleraram, dando indícios de que...

Leia mais

Locação em SP: um dos mercados mais rentáveis do país

Um imóvel alugado na capital paulista costuma render mais do que a média brasileira. O retorno supera até mesmo aplicações indexadas pela...

Leia mais

    Quer receber conteúdos exclusivos? Assine nossa news! :)

    Yuca Comunidade e Tecnologia Ltda @ 2024 CNPJ: 34.399.713/0001-90