Planeje a mudança: entenda qual é o real custo de vida em São Paulo

Você sabe qual é o custo de vida em São Paulo? Muita gente tem essa dúvida quando pensa em se mudar para cá e, vamos ser bem sinceros, ela não é nenhum pouco exagerada. Afinal, essa é uma preocupação que todo mundo deve ter, né? Mas calma, a gente tá aqui pra te dar aquele […]

Você sabe qual é o custo de vida em São Paulo? Muita gente tem essa dúvida quando pensa em se mudar para cá e, vamos ser bem sinceros, ela não é nenhum pouco exagerada. Afinal, essa é uma preocupação que todo mundo deve ter, né?

Mas calma, a gente tá aqui pra te dar aquele help!

O problema é que as pessoas se baseiam em coisas que assistem na televisão, nos jornais e até em alguns sites sobre a cidade, criando uma impressão errada sobre o real custo de vida daqui.

E, pensando nisso, resolvemos preparar um guia completo sobre o assunto. Assim, você entende de uma vez por todas o real custo de vida para morar em São Paulo. Vem com a gente!

Como é morar em São Paulo?

Antes de começarmos a mostrar toda essa coisa meio chata (mas necessária) sobre custo de vida, vamos lembrar um pouquinho de como é morar em São Paulo.

Afinal, quem decide vir pra cá vai desfrutar de toda a riqueza cultural e urbana que a maior cidade do país pode proporcionar.

E olha… podemos garantir que é top!

Tem atrações pra todos os gostos. Pra quem adora visitar locais históricos, temos os bairros que mostram toda a trajetória de imigração ao longo dos anos, como o Brás, com muitas pessoas de origem italiana, ou a Liberdade, escolhido por vários asiáticos.

Essa grande reunião de povos também vai levar os amantes da culinária ao delírio, afinal, São Paulo conta com diversos restaurantes que servem comidas de várias partes do mundo.

Você, ou melhor, seu estômago, vai passar bem por aqui!

Mas História e gastronomia não são as únicas coisas que você vai ver por aqui: a cidade também tem diversas atividades culturais. Elas acontecem ao longo das 24 horas do dia praticamente, e as programações são para todas as idades.

Aqui você vai encontrar o Museu de Arte de São Paulo (Masp), a Pinacoteca, o Centro Cultural Banco do Brasil, a Virada Cultural, shows, boates e inúmeros outros eventos.

A noitada que te aguarde, meu bem!

Os festivais e apresentações musicais também são frequentes aqui em São Paulo. Ah, não dá pra deixar de lado o fato de que a maioria das atrações internacionais se apresenta na cidade quando vem pro Brasil, principalmente no estádio do Morumbi ou no Allianz Parque.

Mesmo sendo conhecida pelos engarrafamentos na hora do rush, a cidade conta com bastante opções de transporte público, o que ajuda muito na hora de ir de um lugar para outro.

Resumindo: existe um monte de vantagens em morar em São Paulo!

Qual é o custo de vida em São Paulo?

Ok, agora que você já sabe um pouco mais sobre a capital, chegamos ao que interessa: entender o quanto custa morar em São Paulo. Vamos nessa!

Entenda o seu padrão de vida

O primeiro ponto é entender o seu padrão de vida. Tudo deve partir desse princípio, porque São Paulo é uma cidade extremamente ampla e tem opções para os mais variados tipos de pessoas.

Então, é importante que você venha pra cá com isso em mente, evitando perda de tempo e dinheiro com gastos que estejam fora do seu padrão — tanto pra mais quanto pra menos.

Vamos economizar, né mores?! 

Pra ajudar a definir isso, você pode pensar em algumas coisas, como: quais locais costuma frequentar, o meio de transporte que usa, o tipo de comida que consome etc. 

Depois de traçar esse perfil e fazer sua organização financeira, vai ficar mais fácil tomar as outras decisões e entender qual será o seu custo de vida em São Paulo.

Saiba escolher onde morar considerando o seu padrão de vida

O seu padrão de vida vai servir principalmente pra ver onde você vai morar. Depois que isso estiver bem claro na sua mente, o principal a ser feito é a escolha.

Aí já começamos a abrir outra grande questão, porque são tantas opções na cidade que fica difícil. Então, veja algumas das possibilidades mais escolhidas:

Nós vamos tratar um pouco mais detalhadamente sobre a última opção em outro tópico deste artigo.

Falando em valores, o custo de alugar um imóvel aqui em São Paulo gira em torno de R$ 2.000,00, segundo dados publicados pelo Jornal Estadão.

A mesma matéria cita um levantamento feito pela ABRASSP, que diz que o preço médio das taxas de condomínio na cidade é de aproximadamente R$ 430. Esse número é maior do que a média nacional.

Sobre o custo com internet, o mesmo portal publicou uma pesquisa do Melhor Plano que afirma que São Paulo também tem preços bem elevados de planos de internet. Trata-se de um dos mais caros do Brasil.

Conheça os custos fixos ao morar em São Paulo

Pronto, agora que já definimos o seu padrão de vida e o tipo de moradia, precisamos entender quais são os gastos fixos do custo de vida em São Paulo.

Esses custos são aqueles que precisam ser pagos todos os meses e não se alteram muito, geralmente. Veja alguns exemplos:

  • Aluguel do imóvel;
  • Condomínio;
  • Internet;
  • Água e luz;
  • Telefone;
  • TV por assinatura.

É claro que essas despesas vão variar muito de uma pessoa pra outra e tudo deve ser de acordo com o seu padrão de vida. Está anotando tudo aí, né? Vamos continuar então!

Considere os custos variáveis

Além dos gastos fixos, você precisa considerar os custos variáveis. Muita gente erra feio nessa etapa e depois fica surpresa com o custo de vida em São Paulo, que acaba se mostrando maior do que o esperado.

Isso acontece porque as pessoas se esquecem de colocar na ponta do lápis as outras despesas que não são fixas ou podem variar muito, como:

  • Passagens;
  • Combustível;
  • Alimentação;
  • Compras de roupas e acessórios essenciais ou não, entre outros.

Para saber mais ou menos quanto você vai gastar com passagens, lembre-se que o custo de uma passagem unitária de ônibus/metrô em São Paulo atualmente é de R$4,40! 

Já se você irá se locomover de carro, leve em conta que hoje em dia o preço costuma variar de aproximadamente R$3,45 a R$4,99.

Em relação a alimentação e outras compras, depende muito dos seus hábitos! São Paulo não é a cidade mais barata do mundo pra comer fora, né, mas existem diversas opções de restaurantes e supermercados/feiras, então pesquisando você consegue encontrar os locais mais em conta!

É claro que os custos variáveis nunca serão exatos, até porque deveriam estar na lista dos fixos se fossem, certo?

Mas ter essa estimativa vai ajudar muito na hora de definir o seu custo de vida em São Paulo e, principalmente, evitar surpresas desagradáveis quando você se mudar para cá.

Tenha uma reserva de emergência

Mesmo com todos os cálculos, é importante ter uma boa reserva de emergência. Isso vai evitar que você seja pego de surpresa com algum gasto que não estava previsto.

Sabe aquele velho ditado: “o seguro morreu de velho”? Ele não é nem um pouco exagerado e você deve seguir esse ensinamento para não ficar na mão quando precisar levantar algum dinheiro.

Muitas pessoas fazem sua reserva de emergência pensando que ela deveria cobrir 6 meses da sua vida. Para fazer essa conta, veja aproximadamente quanto você gasta por mês (ou pretende gastar em SP) e multiplique por 6. 

Morar sozinho x morar em Coliving: o que é melhor?

Lembra que já citamos o termo Coliving em outro momento deste texto? Você sabe do que se trata?

Se não sabe, presta atenção aqui, viu?! 

O Coliving é uma tendência urbana que vem tomando conta do mundo e já chegou com tudo no Brasil. Explicando bem resumidamente, são moradias compartilhadas com quartos individuais.

Entre os benefícios que essa modalidade pode oferecer a você, está um quarto com banheiro privativo, todo decorado e com mobília que até parece de hotel.

Além disso, no valor do aluguel já estarão inclusos os principais custos que você vai ter ao vir morar em São Paulo, como:

  • Condomínio;
  • IPTU;
  • Internet;
  • Luz e água;
  • Gás;
  • Limpeza, etc.

Bem legal, né? Além de economizar com essas despesas, você não vai ter que se preocupar com o pagamento delas.

Muita gente precisa tirar horas pra organizar todos os boletinhos ou limpar a casa ou o apê completamente sozinhas. No Coliving isso não existe!

Ah, não dá pra deixar de falar que nesse tipo de moradia você também tem a oportunidade de conviver com pessoas de perfil parecido com o seu. É uma boa oportunidade para trocar ideias e fazer networking, tudo isso seguindo apenas algumas regras de convivência bem básicas.

Enfim, o Coliving reúne todos os benefícios de dividir um apartamento, adicionando o conforto, a comodidade e a privacidade de que você precisa.

É um sonho!

Mas é claro que morar sozinho também tem suas vantagens, não é mesmo? Por isso, é legal citar os benefícios que alugar uma casa ou apartamento pode trazer.

Em primeiro lugar, sem dúvidas está a privacidade total. Se você for morar sozinho em um apartamento, não vai precisar se preocupar com absolutamente nada relacionado a outras pessoas dentro da sua casa.

É possível fazer reuniões, receber visitas, ouvir música alto — sempre respeitando os vizinhos, é claro —, cozinhar sua própria comida e usar as roupas que quiser, entre outras vantagens.

Só que morar sozinho também traz algumas desvantagens. A principal delas é que você vai ter que arcar com todos os outros custos fixos já mencionados, sem contar que a limpeza também ficará totalmente por sua conta.

Além disso, nem sempre vai ser possível conseguir um imóvel bom e barato na região em que deseja. Como consequência, você não terá as vantagens de morar perto do trabalho.

É claro que tanto morar sozinho quanto viver em um Coliving tem suas vantagens e desvantagens. Então, qual é a melhor opção?

Bom, nesse caso é você quem deve decidir. Se gosta de conviver com pessoas e não quer ter a responsabilidade de organizar uma casa e pagar contas, o Coliving pode ser a melhor opção.

Mas caso você seja do tipo de pessoa que quer privacidade total e tem dinheiro suficiente para pagar por todas as despesas, morar sozinho pode ser uma boa escolha.

O mais importante é você saber o que é melhor para o seu perfil e verificar se o custo de vida em São Paulo — de acordo com o tipo de moradia escolhido — é compatível com o seu estilo de vida.

Quais são os benefícios de morar em um Coliving aliados aos custos de vida de São Paulo?

Agora, para finalizar este artigo, vamos mostrar com mais detalhes quais são os maiores benefícios de morar em um Coliving, aliado ao custo de vida em São Paulo. Vem com a gente!

Praticidade e conforto

Não tem como negar: os benefícios mais incríveis do Coliving são a praticidade e o conforto. Não ter que se preocupar com pagar as contas do dia a dia é bom demais, né não?

Imagine poder morar em um apê todo arrumadinho, com tudo incluso no valor do aluguel? O seu trabalho será apenas pagar o valor mensal e usufruir de toda a estrutura do lugar.

Apartamentos completamente mobiliados e decorados

Em um Coliving como o da Yuca, o apê já vem prontinho, com todos os móveis e uma decoração bem bonita! 

Isso é ótimo, ainda mais levando em conta que se você se mudar pra um apê sem mobília você vai precisar comprar todos os móveis e eletrodomésticos, o que é um baita investimento.

Contratos mais flexíveis

Você já sabe que alugar um apartamento ou casa envolve um monte de burocracia, não é? Fiador, contrato e prazo são apenas algumas dessas questões.

No Coliving da Yuca, tudo funciona com mais flexibilidade. 

Você não precisa de fiador nem seguro fiança, o tempo mínimo para permanência é de apenas seis meses, bem diferente dos contratos tradicionais (que são de 12 meses para cima). Além disso, a cada três meses você pode optar por trocar de apartamento.

Transporte compartilhado

Outra coisa legal de morar em um Coliving é a possibilidade de compartilhar o transporte. Caso você tenha um carro, pode se reunir com outros moradores para dividir o combustível.

Se for andar de táxi ou com motoristas de aplicativos, também pode se juntar e dividir a corrida. Além de ser mais barato e prático, você contribui com o meio ambiente.

Networking com pessoas do mesmo perfil que o seu

Por fim, o Coliving é um ótimo lugar pra fazer novas amizades e, quem sabe, ter oportunidades profissionais.

Sabe por quê? Normalmente, as pessoas que procuram esse serviço estão em São Paulo para trabalhar ou estudar.

Isso significa que não é raro encontrar moradores com perfis ou interesses semelhantes aos seus, o que facilita bastante o networking e o contato com outras pessoas que trabalham na sua área. E você sabe que ter bons contatos é tudo nessa vida, né?

Enfim, agora que vimos tudo sobre o custo de vida em São Paulo, você já pode arrumar as malas, se mudar pra cá e aproveitar o que a maior capital do Brasil tem a oferecer em termos de cultura, culinária e diversidade.

Se quiser conhecer mais de perto o Coliving, vem falar com a gente. A nossa equipe de vendas está pronta para falar com você.

Posts relacionados

Organização financeira: como planejar sua mudança para São Paulo?

Se você está pensando em se mudar pra SP, é quase certo que já quebrou a cabeça sobre a organização financeira, né?...

Leia mais

5 bairros em São Paulo para morar e fazer negócios ao mesmo tempo

Conquiste qualidade de vida e oportunidade de negócios na mesma região.

Leia mais

Mudança de casa por conta do trabalho: o que considerar na escolha?

Antes de arrumar as malas, é preciso pensar no bairro e no tipo de imóvel que melhor se encaixa ao seu estilo...

Leia mais

    Quer receber conteúdos exclusivos? Assine nossa news! :)

    Yuca Comunidade e Tecnologia Ltda @ 2024 CNPJ: 34.399.713/0001-90