O olhar da Yuca sobre a revitalização do Centro de São Paulo

Liderando projetos de retrofit na cidade, a Yuca considera a aprovação do Programa Requalifica Centro uma grande oportunidade para reintegrar a região ao convívio da cidade, diminuindo o déficit habitacional e ajudando a torná-la um espaço vivo como um dia já foi.

Nem só de passado vive o Centro de São Paulo. Com a aprovação do Programa Requalifica Centro, a região volta a integrar o futuro da cidade por meio da revitalização de prédios antigos e sua transformação em edifícios residenciais. Liderando projetos de retrofit em São Paulo, a Yuca acredita muito no potencial da técnica e, principalmente, no seu poder de transformar a maneira como as pessoas vivenciam a cidade.

Ao reintegrar o Centro ao convívio social, São Paulo estará não só salvando o espaço da deterioração como atuando na solução do problema do déficit habitacional. Atualmente, faltam ao menos 474 mil domicílios para atender a demanda por moradia na cidade. Isso, somado aos diversos prédios de escritórios inutilizados no Centro e o aumento do custo de construção, faz com que a área seja uma ótima oportunidade de requalificação. 

‘A Yuca tem total interesse em ser um parceiro da cidade no combate ao déficit habitacional, trazendo moradia acessível e de qualidade. Essa mudança regulatória representa uma grande oportunidade para ajudarmos na revitalização do Centro como uma região viva e valorizada que um dia já foi.’

Rafael Steinbruch, Co-fundador da Yuca.

A degradação do Centro de São Paulo

Uma das vantagens de renovar as regiões centrais é que esses lugares já possuem infraestrutura completa. São bem servidos de comércio, gastronomia, mobilidade, além de contarem com edifícios históricos, museus, teatros e uma arquitetura inspiradora. Como então, diante de tantas vantagens, o Centro de São Paulo acabou se deteriorando? 

Se, no início da história da cidade, o Centro era o seu coração político, econômico e cultural, nos anos 60, ele gradativamente foi se tornando obsoleto. Foi a partir dessa década que o eixo da capital começou a mudar para a Paulista, Faria Lima e Berrini, áreas que ainda hoje são o centro simbólico e econômico de São Paulo. Como resultado, muitos desses imóveis centrais ficaram vacantes, ao mesmo tempo em que há uma falta de oferta de moradia na região. 

Nos últimos anos, um processo de retomada desses espaços tem ganhado força em São Paulo. Desde 2010, a região central viu o preço médio do metro quadrado dos imóveis residenciais aumentar acima de 50%. O plano da prefeitura para renovação do Centro prevê a requalificação de 71 praças e parques, além de mais de 90 Km de calçadas, 26 Km de ciclovias e 113 Km de caminhos verdes, que contemplam intervenções paisagísticas.

Isso tudo favorece inclusive o turismo, contribuindo para que as áreas renovadas vivenciem um movimento constante de pessoas, e permaneçam atraentes e seguras. A valorização colabora também para uma vivência mais proveitosa da cidade, aproximando os moradores de serviços essenciais, como trabalho, escola ou faculdade, evitando grandes deslocamentos e melhorando a qualidade de vida. 

Como o Requalifica Centro apoia o retrofit

Antes do Requalifica Centro, o principal entrave para o retrofit era o processo de aprovação na prefeitura, que tratava a mudança de uso como de maneira similar a uma nova incorporação, apesar das limitações físicas que um prédio de outra época apresenta. O processo de aprovação podia durar até 7 anos, o que desestimulava o investimento. 

Com o decreto aprovado, essas limitações são superadas, facilitando a conversão desses prédios em residencial e estabelecendo benefícios fiscais como incentivo. A ação, porém, ainda é parcial. Após a sanção da lei, a gestão municipal anunciou que deve ainda editar um decreto para desburocratizar e agilizar o processo de aprovação desses projetos. 

Posts relacionados

Retrofit, compra na planta e incorporação são mais rentáveis do que a locação?

Relatório da RExperts em parceria com a Yuca faz um estudo de caso e compara as quatro modalidades de investimento mais em...

Leia mais

Novo índice de reajuste promete melhorar as negociações para proprietários e locatários

Esse filme todo mundo já viu: crise econômica, o dólar sobe, aumenta a desconfiança, cresce o desemprego, cai a renda e o...

Leia mais

Próxima parada: 2024, o ano da Yuca para o cliente investidor

Confira a entrevista com o Paulo Bichucher, nosso CEO, sobre 2023 e nossos planos para o futuro!

Leia mais

    Quer receber conteúdos exclusivos? Assine nossa news! :)

    Yuca Comunidade e Tecnologia Ltda @ 2024 CNPJ: 34.399.713/0001-90