30 anos em três: 3 momentos que marcaram a história da Yuca

Nossa estreia em colivings, a expansão para apartamentos individuais, a entrada no mercado de capitais, entre outros acontecimentos que nos permitiram contribuir com o início e construção de um mercado maduro de residencial para renda no Brasil.

30 anos atrás, o mercado de residencial para renda (multifamily) estava sendo formado nos Estados Unidos, logo após a crise de Savings & Loans (parecido com o nosso Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo – SBPE). A crise reduziu a participação do financiamento imobiliário pela metade no mercado total de crédito americano, o que promoveu a entrada de diversos investidores no mercado residencial, com viés principalmente de locação.

Na Yuca, a intensidade desses três anos foi responsável por importantes marcos e nos permitiu contribuir com o início e construção de um mercado maduro de residencial para renda no Brasil. Alinhado ao nosso propósito de revolucionar a moradia nas cidades, iniciamos a mesma revolução que começou 30 anos atrás nos EUA. Dinamismo, inovação e resiliência fazem parte do dia a dia de qualquer startup, mas na Yuca, isso faz parte do nosso DNA.

No espaço-tempo que rege uma startup, as horas correspondem a dias, os dias a anos e os anos a décadas. Mais do que festejar as velinhas sopradas, preferimos compartilhar nossas conquistas, que contam sobre esta aventura que vem nos permitindo revolucionar o mercado de moradia: quais os 3 marcos que tornaram a Yuca o que ela é hoje?

Covid: adaptação, reação e resiliência

Nem o ecossistema startup, conhecido pela capacidade de inovação e agilidade, resistiu à crise causada pelo coronavírus. De acordo com uma análise feita em maio de 2020 pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), 75% dessas empresas foram negativamente impactadas pela pandemia. No mercado imobiliário não foi diferente, principalmente na locação. Mas olhando em retrospecto, enxergamos o período como um propulsor de mudanças. 

“Foi esse primeiro acontecimento que mudou drasticamente a nossa estratégia para nos tornarmos uma plataforma mais completa de apartamentos para um público maior de pessoas, indo além dos jovens moradores do coliving e entrando no modelo de apartamento individual para qualquer indivíduo” Paulo Bichucher, CEO e cofundador da Yuca

Nos reinventamos. Passamos a desenvolver produtos para uma nova categoria e expandimos o público-alvo. A partir de então, a Yuca evolui para uma solução que acompanha nossos locadores (chamados carinhosamente de “Yukers” aqui dentro) por todas as fases da vida: seja quando precisam ou preferem compartilhar um apartamento repleto de regalias ou quando querem curtir a independência de morar em um espaço só seu ou em casal, sem renunciar a cuidados que facilitam a vida. 

A entrada no mercado de capitais

Como forma de ampliar ainda mais nossa atuação e criar credibilidade no mercado imobiliário, ainda em 2020, a Yuca criou o primeiro fundo de investimento de residencial para renda de coliving do mundo, o YUFI11. Até o momento, captamos mais de R$200 milhões para projetos imobiliários, que são uma parte importante das mais de 1.200 unidades gerenciadas por nós.

Depois, aumentamos a abrangência do YUFI11 para retrofit de prédios inteiros compostos por apartamentos individuais e, esse ano, lançamos o primogênito dessa iniciativa. O Yuca Maranta materializa nosso modelo de atuação vertical, oferecendo facilidade a moradores, investidores e proprietários. Esse é o primeiro de 8 edifícios 100% geridos pela Yuca que virão nos próximos 6 meses.

“O Yuca Maranta foi o primeiro investimento resultante de uma nova captação do nosso fundo de investimentos imobiliários e da nossa parceria com a Urca Capital Partners, ambos fundamentais para viabilizarmos o empreendimento.”Matheus Chueire, CFO da Yuca

O YUFI11 também permitiu a Yuca estabelecer relações com diversos fundos imobiliários internacionais, promovendo a formação e consolidação do mercado de multifamily no Brasil.

Na vanguarda dos HIS

Se a missão da Yuca envolve revolucionar a vida de quem mora na cidade, precisamos atender a todos os públicos que estão nela. É por isso que a nossa entrada no segmento de moradia popular foi um grande passo em direção à democratização do acesso a apartamentos de alta qualidade em todos os bairros da cidade. 95% dos aluguéis no Brasil são abaixo de R$ 5.000 reais por mês, e dois terços estão abaixo de R$ 2.000 reais.

“Ao assumir 140 unidades de incorporadoras relevantes e nos comprometermos que ao menos um terço do nosso portfólio no futuro seja composto de habitações de interesse social (HIS), nos colocamos como o motor de mudança da concepção de residencial acessível. Nesse novo modelo, oferecemos aos incorporadores um novo canal de vendas composto por investidores que estão entrando em um novo segmento, visando diversificar seus portfólios”Paulo Bichucher, CEO e cofundador da Yuca

2022-2025: os planos para os próximos 3 anos de Yuca

A previsão para o futuro é seguir nesse ritmo dinâmico, intenso e desafiador.

“Nos provamos resilientes e inovadores porque conseguimos nos adaptar rápido, desenvolver novos mercados e sobreviver num cenário onde vários operadores sofreram. Continuamos o nosso ciclo contínuo de aprendizado e de crescimento sustentável”Paulo Bichucher, CEO e cofundador da Yuca

Mas nem só de mudanças é feita a Yuca. Na verdade, elas só são possíveis pois mantemos o nosso objetivo que sustenta todas as nossas ações: o propósito de transformar a vida das pessoas através da moradia. Se esses primeiros 3 anos serviram para inaugurarmos um novo conceito, agora, nos preparamos para uma nova fase: escalar nosso modelo para provar seu sucesso em diversos ciclos de mercado, e gerar um impacto positivo para um público cada vez maior.

O futuro pode ser imprevisível, mas se teve algo que aprendemos nesse tempo é que o “imprevisível” faz parte do jogo de empreender no Brasil, e não pode ser um limitador. Foi isso que tornou possível a Yuca comemorar 3 anos de certidão, mas 30 de espírito: ainda somos jovens, com energia para enfrentar as adversidades, mas experientes o suficiente para continuar entregando valor aos nossos inquilinos, proprietários e investidores. No final das contas, a confiança deles é o melhor presente que a gente poderia ter.

Posts relacionados

No Brasil, imóvel custa 452 salários mínimos, enquanto hora de trabalho vale R$ 4,92

O poder aquisitivo mais baixo da população afasta grande parte da população da casa própria e tende a levar mais gente à...

Leia mais

Quer saber qual foi a única coisa que subiu mais que a inflação? O valor do metro quadrado alugado

A alta demanda pelo aluguel já pode ser percebida no aumento do valor do metro quadrado locado, que registrou alta de 15,3%...

Leia mais

Locações no metaverso têm alta lucratividade e atraem cada vez mais grandes empresas

Já pensou em poder alugar um imóvel na realidade aumentada? É o que várias companhias de peso como McDonald’s e L’Oreal já...

Leia mais

Quer receber conteúdos exclusivos? Assine nossa news! :)

Yuca Comunidade e Tecnologia Ltda @ 2023 CNPJ: 34.399.713/0001-90