7 centros culturais em São Paulo com cafés e restaurantes

6 minutos para ler

Um dos pontos altos de alugar apartamento na maior cidade do Brasil é ter ao seu dispor muitas opções de passeios cheios de cultura. Os centros culturais em São Paulo estão espalhados pelos quatro cantos da capital, de museus a salas musicais. 

Por incrível que pareça, além da oferta cultural, esses espaços ainda contam com restaurantes e cafés maravilhosos.

Por isso, fizemos uma lista com o melhor da culinária dentro de museus e centros culturais. Assim, você visita as exposições que mais chamarem sua atenção e já une o programa com uma experiência gastronômica. Ficou interessado? Então confira a nossa seleção!

7 centros culturais em São Paulo com local para comer

Conheça os centros culturais em São Paulo que possuem restaurantes e cafés que merecem a sua visita.

1. Museu Judaico

O Museu Judaico de São Paulo tem como objetivo preservar a cultura judaica e expressar suas memórias, tradições e valores em conjunto com o contexto brasileiro. Localizado no bairro da Consolação, região central da cidade, o museu é a casa do Kez Bagel & Café.

Como o próprio nome já diz, a especialidade do Kez são os bagels, um tipo de pão que foi criado nas comunidades judias polonesas e ficou popular em todo o mundo. O menu conta com várias opções de sanduíches no bagel, mas você também pode optar por opções integrais, baguete, levain ou chalá.

Endereço: R. Avanhandava, 65 – Consolação.

Entrada ao Museu Judaico: gratuita aos sábados e pagas nos outros dias da semana.

2. MIS

O Museu da Imagem e do Som está localizado no Jardim Europa, Zona Sul da capital paulista. As exposições no MIS são sempre interessantes, interativas e inovadoras. O restaurante Pipo fica atrás do prédio principal do museu.

Sob o comando do chef carioca Felipe Bronze, que possui um restaurante no Rio de Janeiro classificado com duas estrelas pelo Guia Michelin, o Pipo tem como proposta oferecer o melhor da culinária brasileira de maneira casual.

Endereço: Av. Europa, 158 – Jardim Europa.

Entrada ao MIS: paga. (Entrada gratuita de terça a sexta, nos horários das 10h, 10h30, 11h e 11h30). 

3. Japan House

A capital paulista é a casa da maior comunidade japonesa fora do Japão. Por essa razão, na lista dos centros culturais em São Paulo não poderia faltar uma homenagem à terra do sol nascente.

A proposta da Japan House é mostrar aos seus frequentadores a diversidade e contemporaneidade japonesas. O restaurante Aizomê vem justamente reforçar essa mensagem por meio de sua culinária.

Comandado pela chef Telma Shiraishi, o Aizomê tem como base no seu cardápio o conceito de setto: variação de pratos que formam uma refeição completa, cheia de sabor e bem equilibrada.

Há opções com carnes, peixes e também vegetarianas.

Endereço: Av. Paulista, 52 – Bela Vista.

Entrada ao Japan House: gratuita.

4. Pinacoteca

O Flor Café está localizado dentro da Pinacoteca de São Paulo, no bairro da Luz, região central da cidade. O acesso ao restaurante é exclusivo para os visitantes do centro cultural. A experiência de comer com vista para o parque Jardim da Luz é realmente muito agradável.

A chef é Marisa Kanda, que também comanda outros cafés na Estação Pinacoteca e no Museu da Língua Portuguesa. No menu, você encontra pratos para almoço ou pode optar pelo buffet, que inclui doces, salgados, sanduíches, bebidas quentes e frias.

Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz.

Entrada à Pinacoteca: paga durante a semana e aos domingos. (Aos sábados, a entrada é gratuita).

5. Centro Cultural São Paulo

O Centro Cultural São Paulo é a casa do Citron, um restaurante com culinária de inspiração contemporânea paulista. Localizado no bairro da Liberdade, região central da capital, o Citron é comandado pelo chef Fernando Freyssinier, que já deixou sua marca nos badalados Fasano e Charlô.

Para o almoço, o buffet com sistema self-service faz sucesso. Entre os pratos, você encontra tutu paulista, cuscuz e feijoada aos sábados. Nada mais paulistano, não é mesmo?

O cardápio também tem outras opções de pratos, como asinhas de frango ao molho barbecue, além de sobremesas simples e saborosas, como arroz doce e merengue.

Endereço: Rua Vergueiro, 1.000 – Liberdade.

Entrada ao Centro Cultural de São Paulo: gratuita, mas com acesso pago em algumas exposições.

6. Sala São Paulo

Esse é um dos centros culturais em São Paulo que tem um restaurante que leva o seu nome. O Restaurante da Sala São Paulo fica aberto durante a semana para o almoço e para o jantar somente em dias de concertos da Osesp e da Sociedade de Cultura Artística.

Localizado no bairro dos Campos Elísios, centro da cidade, esse restaurante tem no menu pratos tipicamente brasileiros e inspiração na culinária contemporânea.

Endereço: Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos.

Entrada à Sala São Paulo: paga para assistir às apresentações das orquestras.

7. Museu da Imigração

O Museu da Imigração está localizado na Zona Leste de São Paulo, no tradicional bairro da Mooca. O café, localizado dentro do local, se chama Cantina e tem ambiente bem descolado, no melhor estilo vintage.

O brunch, servido até às 16h, é o grande sucesso entre os frequentadores. O espaço externo tem mesas no deck com vista para o jardim — onde ficava a antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás.

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca.

Entrada ao Museu da Imigração: paga.

Aproveite ainda mais São Paulo

Conforto, segurança e praticidade nos melhores bairros da cidade: todo mundo merece viver assim! Viva nos apartamentos para alugar em São Paulo da Yuca, com imóveis mobiliados, modernos e confortáveis, e ainda, com opções de quartos individuais em coliving. Saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário