4 dicas de como economizar com tarifas bancárias

4 minutos para ler

Você já parou para olhar com atenção o seu extrato bancário? Além de conferir direitinho todos os seus gastos e ganhos, você vai perceber algumas cobranças diferentes.

O que você não consegue identificar como compras ou pagamento de cursos ou viagens são as tarifas bancárias, cobradas por alguns bancos por serviços que você utiliza, como saques, transferências ou uso da conta.

A boa notícia é que estamos aqui para te ajudar a economizar com tarifas bancárias! Dá uma olhada nessas 4 dicas que podem facilitar sua vida e economizar seu dinheiro!

1. Entenda suas necessidades bancárias

Avalie como você usa sua conta bancária ao longo do mês. Realmente precisa sacar dinheiro toda semana? Quais gastos podem ser feitos com o cartão de débito? Você transfere dinheiro para várias pessoas?

As perguntas acima representam algumas das tarifas bancárias mais cobradas ao longo do mês. Liste tudo o que você usa no seu banco e procure alternativas sem custo para seu uso!

2. Conheça os pacotes do seu banco

Muitos bancos oferecem pacotes de serviços para seus clientes, reunindo produtos como transferências, saques, emissão de cheques e consulta ao saldo por uma tarifa mensal.

Procure saber se o seu banco oferece esse serviço e se ele atende às suas necessidades mensais. Se não atender, veja com seu gerente se existe um pacote mais abrangente, com um custo melhor, ou troque por um pacote mais enxuto. Não vale a pena pagar por produtos que você não usa, né?

3. Faça adesão aos bancos digitais

A melhor forma de economizar com tarifas bancárias é aderindo aos bancos digitais, que em sua maioria não cobram por transferências e muitas vezes até por saques.

Outra opção é receber seu salário na conta e configurar como conta salário, sem a cobrança de taxas.

Além disso, os bancos são obrigados a oferecer uma conta básica sem custo, conhecida como conta essencial. Esse tipo de conta oferece poucos serviços, mas com custo zero! Sabia que isso existe?

4. Entenda sobre o funcionamento do Pix

Você se lembra que as transferências bancárias só podem ser feitas durante a semana, não é mesmo? A partir de novembro, um novo serviço veio para mudar isso, possibilitando realizar transferências 24 horas por dia, 7 dias na semana, mesmo em feriados.

O Pix, uma tecnologia de pagamentos desenvolvida pelo Banco Central do Brasil , permitirá que as pessoas façam transferências bancárias a qualquer hora do dia ou da noite, bastando ter uma informação de quem receber, como o número do celular, CPF ou o e-mail. Tudo isso em até 10 segundos e sem pagar taxas!

Além disso, é possível pagar por aproximação ou usando um QRcode. Bem moderno, não é mesmo? Uma vantagem de usar o Pix é eliminar o uso de papel-moeda, permitindo pagar qualquer coisa por transferência.

Especialistas do setor bancário afirmam que os bancos esperam que os clientes passem a centralizar suas operações bancárias na entidade na qual cadastraram o Pix e, assim, terão acesso ao histórico bancário do usuário para saber o que oferecer de serviços agregados.

Agora que você já sabe como economizar com tarifas bancárias, estude bem como você usa seu banco e sua necessidade para ter os melhores recursos para sua rotina, fazendo seu rico dinheirinho render a seu favor.

Gostou do conteúdo? Compartilhe esta dica com os seus amigos em suas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe um comentário